Tecnologia vestível: 7 acessórios fitness para otimizar o treinamento físico  

Conheça os dispositivos inteligentes para a prática de exercícios e saiba como essa tecnologia vestível possibilita uma maior performance e saúde dos alunos

 

Imagine se a sua roupa e seus acessórios pudessem falar com você, te atualizando sobre a sua saúde, desempenho, frequência cardíaca, atividade muscular… A ideia que parece saída de um roteiro de ficção científica se tornou realidade e é muito prática! Figurando no primeiro lugar da lista de principais tendências mundiais do Fitness para 2017 de acordo com a American College, a chamada Tecnologia vestível (Wearable Technology) veio para ficar. Ela promete otimizar o treino, promover saúde e até fornecer uma experiência completamente nova de realidade.

Confira as tecnologias que podem mudar a sua atuação de educador físico e desenvolver a experiência do seu aluno com o exercício:

 

1- Relógios e pulseiras  

Embora a tecnologia vestível não seja exclusiva do Fitness, temos que admitir que no contexto do exercício físico, que necessita da liberdade de movimentos, ela parece ideal.

Na tendência de conectar cada vez mais todos os aparelhos, foram criados relógios e pulseiras que “conversam” mais fluentemente com o seu smartphone. É o caso do Android Wear e Apple Watch. Mas para um funcionamento mais elaborado, a melhor escolha ainda são as versões específicas desses acessórios, que também se comunicam com aplicativos e celulares. Neles você consegue realizar ligações, acessar o GPS, ver dados como frequência cardíaca e desempenho de acordo com cada modalidade esportiva e muitas outras funções. Tudo isso geralmente com resistência à água e uma bateria potente que dura dias e até semanas.

Ex: Garmin Vivoactive HR

 

2- Faixas

Faixa peitoral: Utilizando sensores ECG para detectar a atividade elétrica do coração, com eletrodos específicos, esses acessórios fornecem resultados precisos. Algumas opções ainda possuem recursos extras que consideram as atividades praticadas.

Ex: PolarH10, Wahoo Tickr X, MyZone Mz 3 e Garmin HRM Tri

 

Faixa para a cabeça: Colocada na testa, promove um visual diferente na academia, ao estilo dos acessórios de ginástica dos anos 80. Mas os fabricantes prometem que o resultado compensa qualquer estranheza inicial: a pele fina e o maior fluxo sanguíneo nas têmporas fornecem dados mais precisos sobre a frequência cardíaca.

Ex: Moov HR Sweat

 

3- Fones de ouvido

Você não leu errado. A maneira mais discreta e prática de checar a sua frequência cardíaca (e até VO2, distância, duração e calorias) é ouvindo música! De acordo com os fabricantes, esses fones enviam essas informações para o seu celular sem perder a qualidade de som e o conforto.

Ex: Jabra Sport Pulse Special Edition e Bragui Dash

 

4- Óculos

Muito além do Google Glass anunciado em 2012, a proposta de óculos inteligentes se expandiu e possui opções específicas para o Fitness. A equipe de ciclismo dos EUA, por exemplo, utilizou um desses acessórios nas olimpíadas do Rio 2016.

Por que investir em um óculos e não em uma tecnologia vestível mais simples e barata? Um grande motivo é a capacidade de ver dados em tempo real e no seu campo de visão, sem ter que acionar nenhum aparelho ou aplicativo. Outras funções diferenciadas são câmera, música, comando de voz e mapa interativo.

Ex:  Everysight Raptor

 

5- Tênis

Os tênis inteligentes talvez sejam a opção mais discreta desta lista. Imperceptível, o sensor na sola faz todo o trabalho de análise e depois envia as informações para o seu smartphone. Os dados incluem calorias gastas, ritmo e zona de impacto, oferecendo também correção de pisada, caminho percorrido e notificação de rota. Uma opção muito interessante é a sola inteligente indiana Lechal, que foi inicialmente desenvolvida para permitir uma locomoção mais segura para cegos. Os maiores diferenciais são o aviso de curvas por meio de tremores e a possibilidade de uso em diversos modelos de sapato.

Ex: Altra-IQ, solas Lechal

 

6- Roupas

As roupas inteligentes são o novo desafio de grandes estilistas e também de educadores físicos. Para se ter uma ideia, já existem meias esportivas, ternos e até gorros de bebê com essas especificações.

Hoje as melhores opções dessa tecnologia vestível são blusas, tops, shorts e até collants inteiros que permitem o registro da rota, frequência cardíaca, respiração, movimento, atividade muscular e muitas outras funções. A adição mais interessante em relação a outros acessórios é a capacidade de monitorar se os movimentos estão sendo feitos de maneira correta e avisar o praticante em tempo real, evitando lesões e aumentando o desempenho.

Ex: Athos, Hexoskin Smart, Lumo Run

 

7- Dispositivos de realidade virtual

Você provavelmente já ouviu falar nos óculos de realidade virtual em que o visor de 360° permite visualizar e interagir com uma situação em 3D através de movimentos em tempo real. Mas você já pensou nos inúmeros benefícios possíveis para praticantes de atividades físicas? Considerando o crescimento da obesidade e sedentarismo, o dispositivo seria uma resposta para aqueles que não gostam do ambiente das academias ou acham a atividade chata. E o uso permite a interação com os cenários mais fantásticos e estimulantes para diversos públicos.

Algumas empresas foram além e construíram equipamentos de fitness específicos para o uso com essa tecnologia vestível. É o caso do HTC Vive da Holodia, que simula o remo em locais exóticos e do alemão Ícaros, que permite a simulação de voo para lazer ou exercício.

O potencial para a saúde fez com que fosse criado o Instituto de Realidade Virtual para Saúde e Exercício, uma organização americana em que profissionais de saúde medem os resultados da prática de exercícios utilizando o óculos virtual e comparam o gasto calórico com o de esportes tradicionais.

O objetivo da instituição resume a proposta dos dispositivos vestíveis: possibilitar que a tecnologia seja enxergada e utilizada como uma aliada poderosa do fitness e com impacto considerável na saúde.