5 motivos para você não empreender

Empreender? Desista! Você nunca será um empreendedor

 

 

Frequentemente ouço pessoas dando desculpas para não empreenderem. Qual a sua?

 

Na minha palestra “Por que não empreender?”, cito as 5 maiores desculpas que as pessoas contam para justificarem o porquê de não estarem empreendendo.

 

Sabemos que empreender não é para qualquer um, mas eu gosto de dizer que é para todos que realmente querem. Basta querer e agir. Mas, e se eu não nasci com as habilidades e atitudes de um empreendedor? Então desista de empreender. Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

 

1ª desculpa: Não nasci empreendedor

 

É verdade, provavelmente você não nasceu empreendedor mesmo. Mas também não nasceu Engenheiro, Goleiro ou Presidente. Porque nós não nascemos com uma profissão, posição ou cargo (exceto cargos hereditários como em reinados, J). Ou seja, se você não nasceu Engenheiro, como conseguiu se tornar um Engenheiro? Se não nasceu Goleiro, como se tornou um? Se não nasceu Gerente, Supervisor ou Presidente, como chegou até este cargo?

 

A resposta é simples: nós estudamos, aprendemos, nos dedicamos e evoluímos dia a dia. E, assim como nos tornamos Engenheiros, Goleiros e Presidentes, também podemos nos tornar empreendedores. Basta ter o “CHA” do empreendedor. Conhecimento, Habilidade e Atitude.

 

Conhecimento é o saber. Habilidade é o saber fazer. Atitude é o fazer.

 

Muitas vezes, quem tem o conhecimento não é quem executa. A habilidade, em regra, depende de prática, treino, erros e acertos. A prática leva a perfeição. E não adianta ter conhecimento e habilidade e não ter atitude. Atitude é querer fazer. A maioria das pessoas estão pouco dispostas a ter atitudes de mudança. Sabem que se algumas coisas mudassem o resultado final seria melhor. Mas mudar dá trabalho e não queremos ter trabalho. Por isso preferimos dizer que não nascemos para empreender. Concordam?

 

Certa vez, Jônatas R. Silva disse: “Conhecimento se adquire estudando e habilidade vem com a prática. O grande problema que eu vejo é a falta de atitude, algo meio místico, algo que vem no DNA da pessoa, difícil de ser adquirido, difícil de ser aprendido. Observe que eu disse difícil e não impossível. Só que para ter atitude é necessário atitude.”

 

No curso “Bota pra Fazer”, desenvolvido pela Endeavor e oferecido presencialmente em Juiz de Fora no IESPE, você adquire conhecimento e habilidade para empreender. A atitude deixamos por sua conta! Correr atrás de conhecimentos e habilidades pode ser um bom início para desenvolver suas atitudes.

 

Ok, acho que já tenho o CHA empreendedor, mas não tenho ideia do que criar, não sou criativo e nem inovador. Então desista de empreender! Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

 

2ª desculpa: Falta de ideias

 

Bom, como disse na 1ª desculpa, ninguém nasce criativo e inovador, mas podemos tomar o CHA da criatividade! 🙂

 

Conhecimento: estude sobre criatividade e inovação. Mas aí, você me pergunta: isso é possível? Não só possível como já te dou uma dica: o curso Criatividade e Inovação que pode te ajudar a obter o SABER. Clica aqui para conferir a ementa.

 

Habilidade: coloque em prática o que você obteve de conhecimento. Para te ajudar, segue algumas técnicas citadas pelas Revista Super Interessante para colocar em prática sua criatividade:

 

  • Crie com moderação

5-motivos-para-nao-empreender

Nem todo problema precisa de uma solução inédita. Escolha aquele em

que a diferença vai… fazer diferença! E foque nele.

 

  • Cheque a panela

5-motivos-para-nao-empreender-1

Não há gênio solitário: a criação coletiva é que move o mundo.

Cultive uma “panelinha” sincera e talentosa, para consultar e dar palpites.

 

  • Note e anote

5-motivos-para-nao-empreender-2

Ideia não tem hora marcada, então esteja alerta. Anote suas sacadas e

elimine do seu vocabulário “pensei um negócio, mas esqueci…”

 

  • Deixe estar

5-motivos-para-nao-empreender-3

Não fique com a primeira solução que aparecer: as melhores ideias

surgem após um período de incubação. Faça sua parte armazenando

informações e seu inconsciente fará a dele. Às vezes, a solução pode

vir até durante o sono.

 

  • Deixe errar

5-motivos-para-nao-empreender-4

Ambientes que se pretendem criativos preveem o fracasso recorrente

e o desperdício de tempo e recursos. “Para criar algo realmente bom,

você precisa ter os meios para fazer um monte de porcaria”,

diz o guru digital Kevin Kelly.

 

  • Chame o síndico

5-motivos-para-nao-empreender-5

Tim Maia testava seus discos chamando quem estivesse passando para

escutar e dar opinião. Não precisa chegar a tanto, mas muitas vezes a

contribuição de quem não tem nada a ver com o assunto pode ser fundamental.

 

  • Ligue os pontos

5-motivos-para-nao-empreender-6

Se a vida lhe der um limão, não faça apenas uma limonada: junte

com cachaça e faça uma caipirinha. Acostume-se a combinar ideias

aparentemente divergentes. Peças que não se encaixavam podem

ser a chave do quebra-cabeça.

Depois de buscar o conhecimento e praticá-lo para adquirir habilidade, só falta a Atitude para ser criativo e inovador. E aí, qual atitude você vai tomar? Vai continuar achando que não é criativo, que não tem boas ideias e desistir de empreender ou vai fazer diferente? Nessa hora vale lembrar de Einstein:

 

5-motivos-para-nao-empreender-7

 

Ótimo, agora que você já tomou o CHA do empreendedor e o CHA da criatividade, é só empreender! \o/ . Mas, Medina, eu não tenho grana pra investir na minha ideia, ai não tem como desenvolvê-la. É, realmente. Se você não tem grana, então desista de empreender! Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

 

3ª desculpa: Falta de dinheiro

 

Quanto você quer?

 

Onde, com o que e como vai gastar este dinheiro? Qual o retorno que o dinheiro investido vai lhe trazer? Em quanto tempo conseguirá recuperar este dinheiro? O que está disposto a oferecer em troca deste dinheiro? Se tiver estas respostas, e o projeto for viável, entra em contato comigo que conseguirei este dinheiro para você.

 

Bom, mas só para saber onde você pode conseguir este dinheiro:

 

  1. Governo: Editais da FINEP, SebraeTec, FAPEMIG, Lei de Incentivo a Cultura (Lei Murilo Mendes em Juiz de Fora)…
  2. Aceleradoras e incubadoras: Fundacity, SEED, StartupFarm, Critt
  3. Financiamento Coletivo: Catarse, Broota, Kickante, Indiegogo, Vakinha
  4. Investimento Anjo: Anjos do Brasil, Angels Club, São Paulo Angels, Gávea Angels
  5. Empréstimo: Bancos, BNDES, Biva, Família, Amigos…

 

Chega, né?! Acho que já consegui mostrar que na maioria das vezes você não precisa de dinheiro, mas sim de atitude e de querer arriscar também. Mas, Medina… eu tenho medo de arriscar. Então desista de empreender! Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

 

4ª desculpa: Medo de arriscar

 

“Quem vence sem risco, triunfa sem glória. ” – Augusto Cury

 

Na verdade, não temos medo de arriscar, temos medo de fracassar. E, como disse Paulo Coelho, “só uma coisa torna um sonho impossível: o medo de fracassar. ” Ainda mais no Brasil que, quando você erra, você é criticado duramente e chamado de fracassado. “Não te falei que não ia dar certo? ” ou “Aquele ali só inventa moda, não gosta de trabalhar.” Isso realmente nos desanima a arriscar mais. É tudo uma questão de como você enxerga seu erro. Quer uma prova?

 

“Erro? Como assim erro? Em cada experiência descubro um dos motivos pelo qual a lâmpada não funciona. Nesse momento eu sei mais de mil maneiras de como não fazer a lâmpada. ” – Thomas Edison

 

Pense da seguinte forma: não estou começando um negócio, estou conduzindo um experimento. E esse experimento dará resultados e esses resultados me darão a informação. Este é um processo cíclico para validar sua ideia. Quando você diz que é um experimento, consegue lidar com a possibilidade do fracasso de uma maneira muito melhor. Se encarar a tentativa como a criação de dados, não se importará em tentar mais de uma vez. (Adaptado das palavras de Jonathan Ortmans, presidente do Congresso Global de Empreendedorismo)

 

Conseguiu perceber que quando mudamos nossa forma de pensar nosso medo diminui?

 

Bom, mas se ainda não ficou convencido, segue uma lista de fracassados que talvez você quisesse ter sido um deles.

 

Walt Disney: foi demitido de um jornal por falta de imaginação e por não possuir ideias originais. Seu primeiro estúdio faliu. Viu? Ele também não era criativo. E você continua com a 2ª desculpa?

 

Albert Einstein: só começou a ler aos 7 e falar aos 4 anos de idade, seus pais e professores achavam que ele tinha alguma limitação mental. Chegou a ser expulso da escola e recusado pela Escola Politécnica de Zurique. “Ai que burro, dá zero pra ele.” – Chaves

 

Oprah Winfrey: perdeu o cargo no jornal para uma nova âncora porque ela “não se encaixava na televisão”. Os americanos que o digam: O programa The Oprah Winfrey Show, é a maior audiência da história da televisão norte-americana.

 

Michael Jordan: cortado do time de basquete na escola quando garoto. Se trancou no quarto e chorou por horas. Tadinho… talvez devesse tentar concurso público.

E que levante a mão quem nunca falhou.

 

5-motivos-para-nao-empreender-8

 

Talvez você ainda não tenha falhado e nem arriscado porque não tem tempo para empreender porque a faculdade toma muito tempo, porque está fazendo uma especialização ou porque você tem que trabalhar e cuidar dos filhos. Aí sim, realmente você deve desistir de empreender! Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

 

5ª desculpa: Falta de tempo

 

Minha mãe sempre me disse: “Não existe falta de tempo, existe falta de método. ” Achei que a frase era dela até descobrir que novamente “ele” declarou isso: “Falta de tempo é desculpa daqueles que perdem tempo por falta de métodos. ” – Albert Einstein

 

Assuma que sua falta de tempo é, muitas vezes, uma desculpa.

 

Dica de gestão do tempo: anote, de meia em meia hora, tudo que você fez no dia. Acordou, escovou os dentes, lanchou, tomou banho, foi para o trabalho, conversou com amigos no trabalho, tomou café, arrumou sua mesa de trabalho, ligou computador, atendeu telefone, checou e-mail, entrou na rede social, ufa, quanta coisa, não? Você perceberá que perde muito tempo com coisas inúteis que não estão no seu propósito de vida. Eu falo um pouco sobre isso em um post no meu blog pessoal. E vale lembrar que para uma coisa ser útil ou inútil, depende das suas escolhas (também tem um post só sobre escolhas lá. Clica aqui para conferir).

 

“Não existe falta de tempo, existe falta de interesse. Porque quando a gente quer, mesmo, a madrugada vira dia. Quarta-feira vira sábado e um momento vira oportunidade. ” – Pedro Bial

 

Que o tempo é relativo, todos nós já sabemos, e então por que não usar este tempo realizando aquilo que queremos? Se o seu sonho é empreender, você tem que achar este tempo para empreender, pois como disse Paulo Coelho, “O primeiro sintoma de que estamos matando nossos sonhos é a falta de tempo para eles. ” Ou como disse Mario Quintana, “Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo; a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará jamais. ”

 

Se você não tem tempo para empreender, então desista de empreender! Porque se você pensa assim, você nunca será um empreendedor.

 

Se não sofre das desculpas acima, talvez você realmente não nasceu para empreender. Você não quer e não gosta de empreender. E a melhor notícia é que não tem nada de errado com isso. A maioria das pessoas preferem ser empregados e ter a relativa estabilidade. Mas, se você pretende ser um empreendedor, pare com as desculpas e Bota pra Fazer!

 

Se gostou do artigo, espalhe para seus amigos que vivem de desculpas e só adiam a hora de começar a empreender. A hora é agora!

 

Nos falamos no próximo post.

 

Escrito por:

[avatar id=87]

Compartilhe!

1 comentário em “5 motivos para você não empreender”

Os comentários estão encerrado.

Tem interesse? Clique aqui Insira o seu endereço de e-mail abaixo que entraremos em contato assim que as matrículas forem abertas.
E-mail Não iremos compartilhar o seu endereço de e-mail com ninguém.