Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens

R$95,00

Dimensões do processo evolutivo da alfabetização considerando as múltiplas linguagens e interdisciplinaridade

A Pós em Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens visa capacitar profissionais para práticas docentes reflexivas, que articulem o conhecimento do desenvolvimento humano às dimensões do processo evolutivo da alfabetização, assim como as perspectivas sociais e contextualizadas do letramento, reconhecendo as múltiplas linguagens e a interdisciplinaridade essenciais à excelência da aprendizagem.

 

Selecione a data e o número de mensalidades abaixo:

Limpar

Descrição

Público-Alvo
Profissionais da Educação, professores ou coordenadores pedagógicos, que desejam aprimorar conhecimentos e se tornarem referência em Alfabetização e Letramento, na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos.
Material Didático
Enviado por e-mail pelo professor de cada módulo.
Certificado
Emitido pela Instituição de Ensino Superior após a conclusão e aprovação no curso.
Carga Horária
360 horas/18 meses (curso presencial)

Perguntas frequentes

– Preciso ter curso superior para fazer esta pós-graduação?
Sim. O aluno precisa ter curso superior completo para se inscrever no curso.

– Esta pós-graduação é autorizada pelo MEC?
Sim. Este curso é autorizado pelo MEC e segue todos os seus requisitos.

Ementa

Contexto e Evolução da Alfabetização no Brasil (20h)

  • História da Educação e a alfabetização: 1º momento do Descobrimento até 1890; 2º momento de 1890 a 1920: Reorganização do currículo nas escolas; 3º momento de 1920 a 1980 (O movimento pela democratização da escola e a autonomia didática); Rupturas e influências históricas da alfabetização a partir da década de 80
  • Dimensão histórica da análise do discurso da escrita alfabética: A metodização do ensino da leitura; Os Métodos Sintéticos: Alfabético; Fônico; Silábico; Os Métodos Analíticos: Palavração e Sintetização; Global de contos;Natural; Imersão; Cartilhas de alfabetização; Os livros didáticos
  • O Construtivismo: concepção de aprendizagem ou metodologia de alfabetização?
  • Constituição dos sentidos e do sujeito da escolarização

Ampliando concepções: Alfabetização e Letramento (20h)

  • Repensando o ensino da língua escrita
  • A função social da leitura e da escrita
  • Práticas distintas e indissociáveis: a aliança entre a alfabetização e o letramento
  • A linguagem e a comunicação nos eixos de aprendizagem: Relações Matemáticas; Expressão e Apreciação Artística; Investigação e Conhecimento de Mundo; Desenvolvimento Pessoal e Social; Desenvolvimento Psicomotor

Políticas Públicas Educacionais: Legislações e Documentos Norteadores (20h)

  • Constituição Federal de 1988
  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
  • Estatuto da Criança e do Adolescente
  • Diretrizes Curriculares Nacionais Para a Educação Infantil
  • Indicadores de Qualidade na Educação Infantil
  • Referenciais Curriculares para Educação Infantil
  • Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental
  • Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica
  • Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da Educação Básica
  • Pacto Nacional pela Alfabetização na idade certa
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Outras legislações e documentos Municipais, Estaduais e Federais aplicáveis à Alfabetização e Letramento na Educação Básica

Educação Inclusiva na Alfabetização e Letramento (20h)

  • Legislações que resguardam inclusão de pessoas com deficiência nas escolas;
  • Dificuldades de Aprendizagem e o papel do professor e da coordenação/direção pedagógica na observação e encaminhamento
  • O fortalecimento da parceria e do diálogo da escola com a família
  • Os profissionais especializados e avaliações precisas
  • Possíveis diagnósticos e estratégias para avanços na aprendizagem: Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade (TDAH); Dislexia; Discalculia; Dislalia; Disortografia
  • Educação Inclusiva e tipos de deficiência: Intelectual; Física; Auditiva, visual e múltipla; Transtorno global do desenvolvimento (TGD); Altas habilidades
  • Apoio especializado dentro e fora da escola
  • Inclusão é muito mais que a integração
  • Relação com a família
  • Adaptação dos materiais e ambiente físico: Os desafios da escola e as mudanças imprescindíveis

Metodologia do Trabalho Científico – Educação na perspectiva da Alfabetização e Letramento (20h)

  • Objetivo da disciplina: Capacitar o(a) aluno(a) a buscar informações científicas baseadas em evidências, pautadas na práxis da alfabetização e do Letramento, ampliando o conhecimento para o planejamento e mediações significativas ao processo de aprendizagem de qualidade na formação integral humana; Capacitar o (a) aluno para seleção de trabalhos científicos, assim como para leitura, interpretação e integração das informações, de acordo com o objetivo da ‘pesquisa’; Orientar o (a) aluno (a) a criar estratégias para sintetizar as informações pesquisadas, de forma organizada e de fácil acesso, mediante a valorização do fichamento.
  • Ementa da disciplina: Leitura e escrita acadêmica; Operação dos sistemas de busca eletrônica e bibliográfica de artigos científicos; Análise crítica das fontes de informação em educação: as comunicações orais, os sites eletrônicos, as apostilas, os livros textos, os artigos científicos; Metodologias de pesquisas aplicadas à Educação; Identificação de métodos científicos qualitativos e quantitativos; Leitura e interpretação de métodos e resultados em estudos científicos.

Formação do Professor Facilitador da Aprendizagem (20h)

  • Escolas tradicionais e Escolas Progressistas: Escolas que educam para o hoje em aspiração pelo futuro – Reflexão
  • O novo perfil profissional e desempenho pedagógico emergidos da sociedade: Aspectos conceituais e componentes da Inteligência Emocional; A autoimagem corporal e suas possíveis repercussões e influências; Foco na mediação do professor como equalizador do conhecimento; Pedagogia da autonomia e motivação: A relação de qualidade entre professor e alunos; A parceria e postura do professor com as famílias
  • Planejamento das aulas e projetos: Competências Didáticas; As ações pedagógicas aliadas às Novas Tecnologias.
  • A valorização da flexibilidade e da aprendizagem significativa: A autoavaliação para efetividade das ações; A relevância dos feedbacks para excelência docente.

Neurociências no Contexto Escolar (40h)

  • A importância da Neurociência na Educação
  • Neurociências na infância: implicações educacionais
  • Como pode a Neurociências ajudar o professor?
  • Aspectos Neurológicos na Aprendizagem: como o cérebro aprende? O papel e função de cada região cerebral; Estímulos multi-sensoriais; Recompensas e motivação; Memória; Conhecimento prévio; O que o professor pode fazer para contribuir com o “fortalecimento neural”? Do concreto para o abstrato
  • O cérebro é um órgão social: a interação e o desenvolvimento de habilidades sociais: A procura por padrões; O estresse inibe a aprendizagem; Atividades que otimizam o desenvolvimento e a aquisição do conhecimento

O aluno como Protagonista na Construção do Conhecimento (20h)

  • Abordagem sobre as novas gerações e suas peculiares características.
  • O reconhecimento das Múltiplas Inteligências.
  • Participação ativa e consciente do (a) aluno (a) como centro dos processos socioeducativos.
  • Interação e reflexão da realidade social.
  • Autorregulação da aprendizagem: motivação para aprender.
  • A alfabetização e o letramento em diferentes níveis formativos: Educação Infantil; Ensino Fundamental; Educação de Jovens e Adultos.

Psicologia do Desenvolvimento Humano (40h)

  • Estudo da Psicologia Educacional
  • Fases do Ciclo Vital
  • Aspectos do Desenvolvimento Humano
  • Teoria do Desenvolvimento Cognitivo de Piaget
  • A Perspectiva Sociocultural de Vygostky
  • A abordagem de Henri Wallon
  • Maria Montessori e o Método Montessoriano
  • Emilia Ferreiro: Psicogênese as Língua Escrita
  • Paulo Freire: movimento da Pedagogia Crítica
  • Magda Soares: articulações linguísticas
  • Abordagem Educacional em Reggio Emilia e Loris Maluguzzi: Educação Infantil
  • Desenvolvimento Cognitivo: Perspectivas do Processamento da Informação
  • Influências dos Fatores Socioculturais: pais, amigos e mídia, nos pensamentos, sentimentos e atitudes das crianças e adolescentes
  • Desenvolvimento da Inteligência Emocional e o aprimoramento de Competências e Habilidades nas evidências de Daniel Golleman
  • Albert Bandura e a Aprendizagem Social
  • A Abordagem Ecológica de Urie Bronfenbrenner em estudos com famílias

Educação e Novas Tecnologias (20h)

  • O desafio de ensinar a pensar no século XXI: Geração dos Nativos Digitais; A influência da mídia na formação humana; O Letramento Digital e a potencialização da aprendizagem.
  • Quais são as Novas Tecnologias usadas na Educação? Desafios e perspectivas na adoção das Novas Tecnologias; A Informatização das Escolas; Novas Tecnologias associadas à Alfabetização e ao Letramento; Formação dos professores para integração das Tecnologias às aulas; Ferramentas de Ensino à distância.

Gêneros Textuais no Letramento e Alfabetização (20h)

  • A linguística e a perspectiva social e cultural.
  • Estudiosos que evidenciaram propostas linguísticas: Mikhail Bakhtin; Levi Vygotsky
  • Fundamentos conceituais de gêneros textuais orais e escritos.
  • Distinção entre gênero textual, gênero literário e tipo textual.
  • Tipos e exemplos de Gêneros textuais.
  • Conhecimento de práticas sociais de linguagem reais e usuais.
  • O trabalho com textos: abordagens de leitura.
  • Os textos e situações compartilhadas no contexto escolar.
  • A ludicidade com os textos.

Atividades de intervenção para a prática da Alfabetização e do Letramento (20h)

  • A importância de ações desafiadoras e lúdicas
  • Práticas docentes essenciais: Identificação do que cada criança da turma já sabe: sondagens; Mediação com foco na linguagem, leitura e escrita; Como os gêneros discursivos contos de fadas e assombração, mitos e lendas populares podem contribuir com o desenvolvimento humano? A musicalização na literatura; Dramatização de histórias pelos alunos

Alfabetização de Jovens e adultos – EJA (20h)

  • Concepções e práticas de Alfabetização para Jovens e Adultos: Funções da EJA: reparadora, equalizadora e qualitativa; Objetivos específicos da EJA
  • Perfil do aluno da EJA: sujeitos de conhecimento
  • Alfabetização e mudança social
  • Experiências e aprendizagem
  • A diversidade dos educandos nos contextos escolares
  • A evasão escolar dos alunos da EJA
  • O papel da escola e do professor na motivação dos alunos
  • A importância das avaliações formativas
  • Programas Federais de Educação de Pessoas Adultas
  • Perspectivas e práticas específicas de alfabetização de Jovens adultos, segundo Paulo Freire.

Organização do Currículo e dos espaços (20h)

  • Currículo e planejamento na práxis alfabetizadora e letrada: Diversas formas de organização das atividades didáticas
  • Eixos organizadores do Currículo, de acordo com o Ministério da Educação e Secretaria de Educação Básica: Currículo e Desenvolvimento Humano; Educandos e Educadores: seus Direitos e o Currículo; Currículo, Conhecimento e Cultura; Diversidade e Currículo; Currículo e Avaliação
  • Orientações Curriculares específicas: Educação Infantil; Ensino Fundamental: anos iniciais; Educação de Jovens e Adultos

A literatura Infantil no Processo de Alfabetização e Letramento (20h)

  • Abordagem histórica e cultural da literatura infantil
  • Formação da criança leitora considerando os aspectos de criação, imaginação e produção.
  • Audição e contação de histórias
  • Produção de histórias coletivas
  • Diferenciais dos Projetos Literários
  • Interpretação e compreensão dos textos
  • Contribuições da Literatura Infantil nos processos de Alfabetização e Letramento.

Família e aprendizagem: uma relação essencial (20h)

  • Estruturas familiares contemporâneas
  • As conexões da aprendizagem com a família
  • O lar como um espaço de aprendizagem
  • Dinâmica do universo familiar e as tarefas escolares
  • Possíveis repercussões do ambiente familiar na formação humana
  • A relação entre a família e a escola no desenvolvimento do(a) aprendiz

Corpo docente

Supervisora e Coordenadora

Flávia Cipriani
Formada em Letras e Educação
Mestre em Psicologia pela UFJF | Supervisora e coordenadora de cursos de pós-graduação em Educação da UniRedentor no IESPE | Consultora pedagógica da Rede de Ensino Apogeu | Formada em Letras, Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, Letras e Pedagogia e também em Educação pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/PUC).

Professores

Clara Mockdece Neves
Educadora física
Doutoranda em Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestra em Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora. Pós Graduada em Aspectos Conceituais e Metodológicos da Pesquisa Científica (2013) pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Graduada (2011) e Licenciada (2012) em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência no ensino da dança, ginástica artística, acrobacia aérea em tecido e na área de Educação Física com ênfase em pesquisa, atuando principalmente nos seguintes temas: imagem corporal, insatisfação corporal, atletas, dança, comportamento alimentar, adolescentes e crianças.
Claudia Otelina da Costa
Pedagoga
Possui Mestrado em Ciencias da Educação - Cambridge International University (2009), Especialização em Psicopedagogia pela Faculdades Integradas de Ampara SP ( 2001 ), graduada em Licenciatura em Pedagogia pela UFJF ( 1996 ) . Atualmente é coordenadora do curso de pedagogia e professora da Faculdade do Sudeste Mineiro- FACSUM , Secretária Municipal de Educação do Município de Chácara . Possui experiencia em ensino a distancia como assessora pedagógica e professora UAB/UFJF . Tem experiência na área de Educação, com ênfase em no processo Ensino-Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: processo ensino aprendizagem, didática, planejamento , psicologia , pedagogia interdisciplinar e integrada, estrutura e organização do Ensino Infantil e Fundamental e fundamental e Cursos de Capacitação para docentes.
Lílian Ribeiro de Carvalho
Bacharel em Letras
Mestre em Letras
Mônica Maria Braida Kirschmeyer
Pedagoga
Pós-graduanda em Neuropsicopedagogia. Pós-graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Graduada em Pedagogia. Atuação na área pedagógica, com experiência em Coordenação Pedagógica da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e EJA. Experiência com atendimento e orientação a famílias. Atuação na área psicopedagógica como professora, orientadora de TCC e supervisora de estágio. Atuação como orientadora do Núcleo de Práticas Psicopedagógicas da FMG. Atuação na área de psicopedagogia clínica em avaliação e acompanhamento com crianças, adolescentes e adultos com dificuldades de aprendizagem.
Juliana Schmitt
Bacharel em Letras
Mestre em Psicologia (2017) e graduada em Letras (2014) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Atualmente é graduanda no curso de Pedagogia, na UFJF. Membro do grupo de pesquisa CogLin (UFJF). Interesse na área de Psicologia Cognitiva, Linguística Cognitiva, Psicolinguística e Educação Inclusiva. Atualmente investiga os processos subjacentes à leitura e a influência das funções executivas na compreensão de textos em crianças com e sem TDAH.

Observações

Consulte nossas políticas de desconto e cancelamento clicando AQUI.

Dúvidas?

Entre em contato conosco.

(32) 3216-1224

(32) 99929-8935

Nome

E-mail

Celular

Mensagem

Informação adicional

Alfabetização e Letramento

Juiz de Fora, Juiz de Fora – Turma II

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Alfabetização e Letramento: Múltiplas Linguagens”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tem interesse? Clique aqui Insira o seu endereço de e-mail abaixo que entraremos em contato assim que as matrículas forem abertas.
E-mail Não iremos compartilhar o seu endereço de e-mail com ninguém.